Algarve Sharks bate Lisboa Navigators e avança à semifinal da LPFA

#3 SooHoo intercepta e retorna para pick six. Foto Rita Afonso

No último domingo (3), Algarve Sharks e Lisboa Navigators duelaram pela última vaga a semifinal da Liga Portuguesa de Futebol Americano. Em um resultado inédito, os donos da casa superaram o hexacampeão nacional por 28 a 8. O duelo ocorreu no Campo da Horta da Areia, no Faro. Com a eliminação dos navs, o campeonato português terá um campeão inédito.

Confira o chaveamento dos playoffs da Liga Portuguesa

Em um primeiro embate marcado pelo poderio defensivo de ambos os lados, o placar manteve-se inalterado. Os Sharks conseguiram furar a defesa dos navs quando o quarterback americano #1 Ryan deLoureiro encontrou o wde receiver canadense #23 Matthew Craens para touchdown. O ST conquistou a conversão de dois pontos. Em seguida, o defensor sérvio Stefan Scepanivic interceptou o quarterback dos Navigators e retornou para pick six. Desta vez, o special team não conquistou o 2pts conversion. 14-0.

Na etapa complementar, o terceiro quarto seguiu o mesmo modelo do primeiro, as defesas barraram as campanhas ofensivas. No último período, os tubarões ampliaram a diferença com a segunda pick six da partida, o versátil americano #3 Brandon SooHoo tratou de anotar os pontos. Com menos de oito minutos para o fim do jogo, o running back Micah Mobley deu os números finais do elenco do Faro para decretar a vitória e a garantia da vaga a semifinal em uma corrida de 1yd para touchdown. Os lisboetas ainda descontaram com um touchdown do quarterback #18 Zé Pedro mais a conversão de dois pontos do running back #9 Ricardo Ladeira no final na partida. Final 28-8.

— Eles são um time duro. Para vencer, nós teremos de chegar preparados para jogar e executar. Nunca é fácil atravessar o país para jogar uma partida como essa [Mutts], mas contanto que temos a mentalidade certa para chegar e jogar bem, estou confiante sobre a minha equipe — contou deLoureiro.

A expectativa para encarar o próximo adversário, o Porto Mutts, em Vila Nova de Gaia, anima o head coach Pedro Viana.

— A expectativa é a mesma de sempre, entre forte para ganhar. Seria diferente se nunca os tivéssemos enfrentado, mas como isso já aconteceu, sabemos o que esperar, mas sem excessos de confiança — disse.

Perguntado sobre a grande ameaça do jogo dos Mutts, o polivalente #1 João “Train” Marques, Viana foi taxativo.

— Teremos de fazer o mesmo que fizemos no nosso primeiro jogo em relação a ele e a outros jogadores do ataque dos Mutts, que é termos de saber em cada jogada onde ele se encontra, pois isso influencia de grande maneira a forma como os Mutts atacam — finalizou.

A data do encontro entre Mutts e Sharks ainda não foi divulgada pela gerência do campeonato português.