Góes e Souza comandam o triunfo da Portuguesa Futebol Americano contra o rival São Paulo Storm

Souza foi responsável por três TDs da Portuguesa Futebol Americano. Imagem Storm/Reprodução

Em um duelo que já foi decidido final da competição, a Portuguesa Futebol Americano manteve a hegemonia contra o rival citadino São Paulo Storm. O triunfo do elenco lusitano paulista ocorreu no último sábado (10), no estádio Euclides da Costa, em Cotia, pela semana 3 da São Paulo Football League (SPFL). A Portuguesa derrotou a tempestade azul pelo placar de 48 a 20.

Saiba como está a classificação da SPFL



A diferença técnica entre os rosters foi demonstrado logo no primeiro drive do jogo. O signal caller #13 Catulo Góes conectou o wide receiver #11 Vinícius “Seiya” Souza para touchdown. O placekicker #3 Renan “Buzz” Barbosa completou com o PAT.

No segundo quarto, a dupla Góes-Souza voltou a visitar a endzone azul. Barbosa acertou o extra point. A resposta do Storm foi imediata. Após interceptação de Góes pelo linebacker #54 Fernando Wada, a campanha foi capitalizada em lançamento do quarterback #4 Cauê Martins para o wideout #9 Edimário de Paula para TD. A defesa lusitana bloqueou o try adversário.

Porém, a reação do elenco azul encerrou por aí. Góes e Souza chegaram ao hat-trick. Desta vez, foi a oportunidade do Storm devolver o presente de bloquei de extra point. Antes do término do primeiro tempo, Góes distribuiu para o running back #22 Fernando Desimone  para touchdown. Barbosa mandou a pelo no meio do “Y”. 27-6.

Após o intervalo, o head coach da Portuguesa, Paulo Henrique “Tidus” Martins ousou em chamar um onside kick. A jogada surtou efeito com a recuperação da posse. A campanha encerrou com um passe de Góes para o receiver #80 João Pedro Cortez. Barbosa voltou a converter o try.

O Storm ainda encontrou forças para diminuir a diferença. O running back #26 Alan Giamas conseguiu ultrapassar a goal line para anotar os seis pontos. A tentativa de conversão de dois pontos terminou sem sucesso.

Contudo, apesar da resposta do rival, Martins resolveu trocar os quarterbacks. O backup #18 João Paulo Bueno ocupou o lugar de Góes. O jovem aproveitou a chance para conectar Cortez em um TD da Portuguesa. Barbosa manteve o bom aproveitamento no extra point.

Com a mercy rule aplicada, o Storm ainda adentrou na meta adversária pela terceira vez. Martins lançou o wide receiver #83 Rafael Paz para touchdown. O time ainda diminuiu com o 2pts conversion.

Para finalizar o duelo, Bueno aproveitou falha da secundária do Storm para encontrar o receiver #9 Christian Antunes no último TD da Portuguesa. Barbosa encerrou com o acerto do chute de bonificação. Final 48-20.

O triunfo coloca a Portuguesa Futebol Americano na liderança isolada do Grupo A com campanha 2-0. O próximo desafio será no dia 24 de março, quando enfrenta o Palmeiras Locomotives (0-1).

Enquanto que o São Paulo Storm ocupa a lanterna do A com 0-2. A tempestade volta ao relvado também no dia 24, quando tentará a reabilitação diante do ABC Corsários All Blacks (0-1).

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.