USA Football bate Japão na final da IFAF World Championship e conquista terceiro título consecutivo

A final da IFAF World Championship entre USA Football e o Japão reeditava o confronto de 2007, quando os americanos encararam os japoneses na final da terceira edição do certame, no país do sol nascente. E repetindo a história, os Estados Unidos levaram a melhor ao bater o rival por 59 a 12. O confronto ocorreu no Tom Benson Hall of Fame, em Canton/Ohio, no último sábado (18).

O terceiro título consecutivo eleva os norte-americanos ao patamar de maiores campeões do Mundial da IFAF. Seguidos justamente pelos nipônicos, com duas conquistas.

Steelman foi eleito o MVP da competição. Foto Ed Hall Jr./USA Football
Steelman foi eleito o MVP da competição. Foto Ed Hall Jr./USA Football

— Nós somos os campeões mundiais. É isso que a América faz: joga futebol americano. Viemos com a mentalidade de ensinar o futebol americano para o resto do mundo, mostrar que este é o nosso esporte e nós fizemos isso em quatro partidas consecutivas — contou o MVP da competição, o wide receiver americano Trent Steelman.

A supremacia dos Estados Unidos veio logo no primeiro quarto, quando D. Guthrie interceptou um passe de Kato para anotar um pick six. Pouco antes de encerrar o período, o quarteback K. Burke correu duas jardas para ampliar a vantagem. Ambos os touchdowns foram seguidos de duas conversões de dois pontos, anotados por L. Meacham e N. Griffin. 16-0.

No segundo quarto, os americanos amassaram os japoneses contra a parede, foram três touchdowns. A. Wimberly correu 18yd, K. Olugbode recuperou um fumble e correu 36yd e E. Brun recebeu um passe de 1yd de D. Favre. Os japoneses conseguiram descontar com Yashimoto, em uma conexão com Kato num passe de 25yd. 38-6.

Após o intervalo, o domínio seguiu no lado dos mandantes. Os japoneses chegaram a esboçar uma reação quando o defensor Tomita recuperou um fumble dentro da endzone americana. Mas o força asiática parou por aí. Ainda no terceiro quarto, Steelman tratou de colocar mais seis pontos na conta do USA Football.

No último quarto, A. Gross devolveu a gentileza ao Japão ao recuperar um fumble dentro da endzone adversária. Os pontos finais vieram com o sobrinho de Brett Favre, que conquistou um touchdown corrido de 9yd. O kicker E. Ruhnke sacramentou a vitória dos Estados Unidos na Copa do Mundo. Final 59-12.

— Todo o crédito vai para os jogadores, eles mostraram o quão inteligente e adaptáveis são em todos os sistemas de que vieram, e então a comissão técnica realizou um ótimo trabalho ao juntar tudo isso. Executamos como um time, não como um all-star. Queríamos um elenco completo ofensivamente, defensivamente e special teams. Apenas seguimos melhorando, assim como apresentamos contra a França (82-0) e assim como foi hoje (sábado) — disse o treinador americano Dan Hawkins.

— Precisamos melhorar fisicamente e tecnicamente. Estou muito orgulhoso dos meus jogadores, mas o futebol americano no Japão precisa melhorar, tanto no ataque, defesa e special teams. — comentou o head coach japonês Kiyoyuki Mori.

Burke acertou 11 de 13 passes para 84yd e um touchdown. Favre conectou 12 de 12 lançamentos para 124yds e dois touchdowns. Enquanto que Kato conseguiu 12 de 22 passes para 141yd, uma interceptação e um touchdown, Takata acertou 11 de 19 para 84yd e Kinoshida não completou o único passe que tentou.