BFA participa de treinamento de gestão com representantes do NBB

BFA procura estreitar laços com NBB para melhorar gestão no futebol americano. Imagem BFA/Reprodução/Futebol Americano Brasil

Na tarde desta terça-Feira (25), membros do Brasil Futebol Americano (BFA) participaram de um treinamento ministrado por integrantes da gestão do Novo BAsquete Brasil (NBB). O encontro aconteceu por meio de plataforma online e serviu para que tanto NBB quando BFA compartilhassem entre si suas estruturas organizacionais, bem como trocassem experiências.

Saiba como foi a temporada 2019 do BFA

A reunião, mediada por Guilherme Buso, diretor de comunicação da Liga Nacional de Basquete (LNB), foi dividida entre as apresentações de quatro departamentos do NBB: técnico-operacional, administrativo, marketing/comercial e comunicação.

Do outro lado da mesa estavam e representendo o BFA Marcelo Bruno, Lucas Rossetti, Bruno Gouvêa, Victor Silva, Rafael Cerqueira e Vinicius Nogueira.

Os gestores do BFA aproveitaram a oportunidade para enteder o processo operacional de gestão e captação de recurosos financeiros, uma vez que o NBB possui acordos de empresas de material esportivo como a Nike e da indústria de bebidas como a Budweiser. Ambas as marcas vinculadas culturalmente com o futebol americano nos Estados Unidos e no Brasil.

Para distribuição de conteúdo e transmissões ao vivo, o NBB possui contratos com a Band, DAZN, ESPN e Fox Sports.

— O NBB sempre foi referência para nós. A maneira com que o basquete se reinventou desde o surgimento da Liga serve de inspiração para fazermos um trabalho cada vez melhor à frente do futebol americano. Essa conversa nos trouxe um enorme aprendizado, desde o modelo de gestão da Liga até o jeito de se comunicar com o fã. Tenho certeza que essa relação entre a Liga BFA e o NBB trará ótimos frutos. Agradeço ao time do NBB que se dispôs a nos passar todo seu conhecimento nessa conversa — contou Marcelo Bruno, presidente do BFA

— Desde a criação, a LNB buscou referências esportivas de gestão e isso pautou toda a nossa história, sempre prezando a união dos clubes e a democracia nas decisões. Ficamos muito felizes em poder colaborar com as entidades esportivas que estão buscando a evolução na gestão, adotando novas práticas de governança e uma estratégia mais ativa de marketing e comunicação. O esporte brasileiro cresce muito com essa troca de experiência — disse Buso.

O encontro também serviu para entender como o NBB se aproximou da NBA para fortalecer vínculos da maior liga de basque no mundo com o Brasil e ampliar a prática do esporte no País.

— Foi uma oportunidade incrível de aprender com a maior liga esportiva do Brasil, uma tarde de grande aprendizado para a gestão do BFA. A NBB sempre foi um exemplo de caminho a seguir. Agora, vamos traçar os caminhos e buscar cada vez mais o crescimento do futebol americano brasileiro — comentou o diretor esportivo do BFA, Rossetti, sobre o encontro.

Texto: com Assessoria do BFA

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment