November 29, 2021
Sinop Coyotes tenta encerrar ciclo de vices no certame estadual. Foto Junior Martins/Arsenal

Bonadimann quer aproveitar o bom desempenho recente do Sinop Coyotes para saltos mais distantes

Tempo aproximado de leitura:2 minutos, 18 segundos

Bonadimann acumula dois vices no estadual e um na Liga Nacional pelo Sinop Coyotes. Foto Junior Martins/Arsenal

Após três campanhas no comando do ataque do Sinop Coyotes, Ricardo Bonadimann estreará no Brasil Futebol Americano (BFA) como quarterback. Em confronto com o Cuiabá Arsenal no próximo domingo (16), às 16h30, com previsão de temperatura média de 25 graus, pela Conferência Centro-Oeste, no Estádio Municipal Massami Uriu – também conhecido como Gigante do Norte –, com ingressos por R$ 10, em Sinop.

Confira a classificação do BFA



— Entrei para o time em 2008. Comecei como running back, depois mudei para safety, onde joguei por cerca de um ano e meio. Em seguida, passei para middle linebacker, onde fiquei por muitos anos. Inclusive foi nessa posição que fui convidado para um training camp da seleção. Tornei-me quarterback no final de 2015, num teste realizado no último jogo dos Coyotes na Liga Nacional, quando já estávamos eliminados — contou Bonadimann.

Aprovado no teste, o engenheiro agrônomo e zootecnista de 28 anos, 1,85m de altura e 98kg, assumiu a liderança ofensiva da matilha mato-grossense nas três temporadas seguintes. Na atual posição levou a equipe aos títulos de vice-campeão do estadual mato-grossense de 2016 e também no de 2017 e ao vice-campeonato na Liga Nacional, em 2016, resultado que garantiu vaga na elite brasileira.

— O esporte é minha base e vivo ele desde criança. Pratiquei e pratico várias modalidades. Como handball, tênis, tênis de mesa e xadrez. Foco em alimentação e treino para melhorar como atleta. Ainda tenho uma lenha para queimar e minha expectativa é de ser chamado para um training camp da seleção brasileira como quarterback. Já fui como linebacker e foi um grande aprendizado. Agora me deixaria muito feliz ir como quarterback — avaliou.

Como quarterback, Bonadimann marcou 11 passes para touchdown no estadual de 2016, depois sete passes e três corridas para TD no estadual de 2017 e mais doze passes e três corridas para touchdown na Liga Nacional do ano passado. Além disso, o jogador também acumula a função de presidente da equipe desde 2015. Uma das equipes que terá as maiores distâncias da fase regular com viagens para encarar adversários.

— É difícil gerir um clube de esporte amador. Ainda mais quando se participa de dois campeonatos por ano: um estadual e outro nacional. O nacional é ainda mais difícil pelas longas viagens, haja visto que temos a segunda pior logística dos 30 times. Nós gastamos muito com isso. Uma das nossas últimas conquistas foi um patrocinador máster para 2018. Dará um bom alívio. E conquistamos um terreno em ótima localização, onde faremos a Arena Coyotes — finalizou.

Texto: Junior Martins/Arsenal

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Sobre o autor

Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *