Brasil Onças é convidado para competição internacional em 2020

Ester Alencar é uma forte candidata a ser signal caller do Brasil Onças. Foto Arquivo pessoal/Futebol Americano Brasil

A direção da Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA) planeja a criação de um programa voltado para a criação do Brasil Onças full pads/tackle feminino. O primeiro passo foi dado com o convite para um torneio amistoso internacional a ser disputado no ano de 2020, em Honduras.

Confira o calendário do BFA Feminino

Segundo o com o diretor de esportes e de seleções da CBFA, Danilo Muller, a ideia de montar uma seleção feminina é antiga.

— Já aconteceram alguns treinos no passado, mas precisamos consolidar a cultura de Seleção Brasileira para aumentar o nível do futebol americano feminino no Brasil, estabelecer objetivos para as atletas e fazer com que o esporte feminino cresça ainda mais — disse Muller.

Para a diretora de futebol americano feminino da confederação, Raquel Araújo, a expectativa é que a seleção ajude a expandir ainda mais o esporte entre as brasileiras.

— Com um objetivo a ser alcançado, as atletas acabam se sentindo mais motivadas, o que aumenta o nível do esporte, gerando visibilidade. Assim, alcançaremos um público ainda maior — comentou.

A competição está pré-agendada para o segundo semestre do ano que vem. De acordo com os organizadores, foram convidadas nações de todo o continente americano.

— Convidamos equipes de todos os países das Américas que tem tackle football. Entendemos que as mulheres do futebol têm menos apoio financeiro e oportunidades do que os homens, então estamos sendo flexíveis para os convidados enviarem seleções all-star ou um representante independente (programa/clube). Este bowl dará a chance de desenvolver o futebol americano feminino a participar de torneios internacionais. Queremos unificar as mulheres do esporte e desenvolver uma rede de irmandade — explicou Elle White, uma das coordenadoras da competição.

Além do Brasil Onças, a expectativa é da presença da Costa Rica, Guatemala um selecionado americano, mexicano e mais Honduras como anfitriã. Outras nações ainda devem confirmar a participação.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment