CBFA orienta programas para que não retomem atividades em grupo no segundo semestre

Na tarde desta segunda-feira (8), a Comissão de Prevenção de Lesões e Saúde dos Atletas da Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA) divulgou um comunicado que apresenta orientações e recomendações a competições, federações e equipes sobre o cenário da SARS-CoV-2 – vírus que causa a COVID-19 – no Brasil e o retorno as atividades esportivas.

Saiba como foi a temporada 2019 do BFA

A principal orientação é para que os treinos dos programas de futebol americano se mantenham remotos e individuais e que as competições sigam suspensas.

Confira o comunicado da CBFA na íntegra

“COMUNICADO N° 002/2020 — CORONAVÍRUS (COVID-19)

A Comissão de Prevenção de Lesões e Saúde dos Atletas da Confederação Brasileira de Futebol Americano – CBFA, entidade nacional de administração do desporto da modalidade Futebol Americano, em uso de suas atribuições e baseando-se na atual situação do Brasil, quanto ao enfrentamento da Pandemia do Covid-19, decide orientar e fazer recomendações sobre a volta das atividades relacionadas ao esporte.

CONSIDERANDO o aumento do número de casos de contaminados e mortos pelo Covid-19 em todos os estados do Brasil na última semana (01 a 05 de junho de 2020);

CONSIDERANDO os receios dos profissionais de saúde de todo o país, quanto ao aumento do surto no Brasil;

CONSIDERANDO que quaisquer ações a serem implementadas devem zelar pela preservação da dignidade e saúde de todos os envolvidos na prática do futebol americano no Brasil;

CONSIDERANDO que o futebol americano é um esporte no qual acontecem contatos físicos em todas as jogadas, seja nas modalidades Tackle (Full Pads) ou Flag Football;

CONSIDERANDO a grande quantidade de pessoas envolvidas em um treino de futebol americano;

CONSIDERANDO a falta de estrutura do nosso esporte, para se realizar o controle ideal de contaminação dos atletas e demais profissionais envolvidos no esporte;

CONSIDERANDO que jogos de futebol americano envolvem mais de 100 pessoas trabalhando, mesmo em casos de ausência de torcida, além da possibilidade de deslocamentos entre cidades, estados, regiões;

E CONSIDERANDO o comprometimento da preparação física dos atletas em função do distanciamento social e os desdobramentos que essa condição possa gerar no retorno ao esporte,

DECIDE:

ORIENTAR que os treinos, sejam eles físicos, técnicos ou táticos, se mantenham individuais, por plataforma online ou orientação remota;

REPROVAR o retorno de treinos em grupos, treinos normais e competições de futebol americano, independente das recomendações das autoridades locais, uma vez que o afrouxamento nas medidas de isolamento realizadas em várias cidades pelo Brasil, resultaram, após 15 dias, em um aumento substancial do número de casos registrados.

A Comissão de Prevenção de Lesões e Saúde do Atleta está à disposição de todas as pessoas envolvidas no esporte, para orientação e discussão acerca de tudo que for relacionado a saúde no futebol americano e pedimos a todos que sigam realizando seus treinamentos individuais, até que tenhamos melhores condições de retorno SEGURO a pratica do nosso esporte.”

Outros atores que participaram da decisão

A Associação Nacional de Árbitros de Futebol Americano no Brasil (Anafab) em comum acordo com a CBFA evitará participar de eventos em 2020.

“Destarte, comunicamos que não atuaremos em nível nacional no ano de 2020 e analisaremos em conjunto com federações estaduais a eventual possibilidade de estaduais”, anunciou a Anafab.

Já o Brasil Futebol Americano (BFA) seguirá com a competição suspensa neste segundo semestre.

“Não queremos colocar vidas em risco e, por este motivo, a quarta edição da BFA continua suspensa. Continuaremos o trabalho de acompanhamento do cenário do Brasil diante da pandemia para que possamos tomar as melhores decisões para o futebol americano no nosso país”, publicou a gestão do BFA.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment