Curitiba Silverhawks vence Curitiba Cold Killers e garante presença nos playoffs do BFA Feminino

Special team do Curitiba Silverhawks comemora o safety contra a rival. Foto Vinícius Basso/FA Paranaense/Futebol Americano Brasil

No encerramento da semana 5 do Brasil Futebol Americano Feminino (BFA Feminino), as atuais campeãs paranaenses Curitiba Silverhawks não deram chances as runner-ups estaduais Curitiba Cold Killers. As Hawks bateram a rival citadina pelo shutout de 34 a 0. O evento ocorreu no domingo (1), no Croco Stadium, na em Curitiba.

Confira a classificação do BFA Feminino

As mandantes mostraram serviço nos dois lados da bola. A unidade de defesa tratou de arrancar um three and out no primeiro drive. Com a posse em mãos, a signal caller #12 Ester Alencar conectou a slot receiver #13 Suzane Lustosa, que conseguiu a separação na marcação da secundária e percorreu 70yd até anotar o touchdown. A placekicker #73 Joceli Bertoja completou com o PAT.

O lado prata e preto de Curitiba voltou a brilhar. A defesa aproveitou um erro de handoff para a halfback #29 Sarah Elizabeth, das Killers, resultou fumble recuperado pelas Hawks. O turnover foi capitalizado após três hikes, quando Alencar saiu em scramble pela direita e leu a rota em profundidade da flanker #85 Jamille Pallu, que recebeu o lançamento de 15yd para touchdown. Um bad snap limou a tentativa de try das donas da casa.

Durante o segundo quarto, a unidade defensiva alvirrubra equilibrou o confronto. As Silverhawks ainda adentraram em field goal range, mas Bertoja desperdiçou a tentativa de arremate de 26yd. Antes de encerrar o primeiro tempo, as Silverhawks voltaram a visitar redzone das Cold Killers. A dupla Alencar-Lustosa entrou na endzone com uma quick in de 4yd. Novamente o try foi perdido pelo special team 19-0.

Na volta do intervalo, as mandantes chegaram com facilidade a redzone adversária. Alencar chamou o jet sweep de 4yd com a Y receiver #84 Ana Flávia Riss para touchdown. Bertoja ampliou com o acerto do extra point.

Na sequência, a defesa das Hawks voltou a assombrar o backfield das Killers. Com um erro no domínio da punter #16 Juliane Laurindo, a chutadora se viu em desvantagem e teve de ajoelhar no relvado e dentro da endozne para resultar em safety.

Com mais 12 minutos a serem jogados, a running back #19 Maria Gabriel Scherner venceu dois tackles na offtackle run no weak side para percorrer 2yd e saltar em direção a goal line. Bertoja chutou na trave o arremate de bonificação. Final 34-0.

O resultado mantém o Curitiba Silverhawks na liderança do Grupo 2 com campanha invicta de 2-0 e garantido nos playoffs. O último compromisso da temporada regular será no dia 5 de outubro, quando recebe as atuais vice-campeãs nacionais America Big Riders (2-0).

Por outro lado, o Curitiba Cold Killers segue na terceira posição com recorde negativo de 0-2. O programa encerra a participação no certame brasileiro no dia 28 de setembro, quando recebe o São Paulo Spartans (0-2).

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment