October 16, 2021
Abertura da temporada 2018 entre Manaus North Lions e Manaus Cavaliers contou com pouca presença de público. Foto Cavaliers/Divulgação

Fefaam estuda realização do Campeonato Amazonense de Futebol Americano ainda em 2020

Tempo aproximado de leitura:2 minutos, 34 segundos

Jogadores serão submetidos a exames antes de ocorrer os jogos. Foto Manaus Cavaliers/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Em meio a pandemia de SARS-Cov-2 – o vírus que causa a COVID-19 – no Brasil, a Federação Amazonense de Futebol Americano (Fefaam) planeja a retomada das atividades e realização do Campeonato Amazonense ainda em 2020.

Saiba como foi a temporada 2019 do Campeonato Amazonense

Em seu perfil oficial no Instagram, a Fefaam lançou uma enquete para saber se os adeptos teriam interesse em voltar a jogar. Até a manhã de quinta-feira (20), a pergunta “Você aprova o retorno do futebol americano em Manaus?” contabilizava com 87% de votos favoráveis, contra 13% contra.

Conversamos com o Renner Silva para entender melhor os planos da entidade para colocar o futebol americano em voga no Estado. De acordo com dirigente, a retomada passa pelo interesse do parceiro comercial TV A Crítica em realizar a décima quinta edição do certame.

— Há três semanas, A Crítica voltou a conversar com a gente porque os números da doença e o cronograma avançado de abertura dos eventos aqui na cidade são favoráveis para isso. Eles nos perguntaram se tinha a possibilidade de fazer o campeonato. Para a gente é super importante este contato — contou.

Para aliviar os gastos de seguir os protocolos de segurança, a Fefaam propôs que A Crítica participasse do custeio da aplicação dos testes COVID-19 IgG/IgM.

— Mas, tem todo o risco de contaminação de alguns atletas, que, inclusive, já pegaram aqui em Manaus. Nisso, incluímos dentro do orçamento os exames rápidos para ser realizado antes de cada jogo — explicou.

Somente o item para compra dos testes rápidos está orçado em aproximadamente R$ 110,9 mil. Segundo Renner, cada um dos testes sairá ao preço de R$ 99, o que daria uma aquisição de 1.120 testes. A Fefaam estuda a possibilidade de que os jogadores e comissões técnicas paguem metade do valor, caso A Crítica não custei o valor integral.

O plano é que a competição seja disputada com quatro equipes e em quatorze jogos, no período de novembro a dezembro. Por volta, seriam aplicados 80 testes antes de cada evento.

— Antes do jogo, cada atleta terá de fazer o exame. Também há a proposta de realizar periodicamente a cada 15 dias, o que reduziria o custo. Se por algum acaso, o decreto (estadual para realização de eventos esportivos) permitir que eventos possam ser feitos com a apresentação de exames periódicos e não antes de jogo, vamos avaliar— esclareceu.

Tanto a Fefaam, quanto A Crítica, aguardam as orientações para definir qual modelo será adotado.

O cenário da doença em Manaus

Atualmente, Manaus conta com aproximadamente 2,1 milhões de habitantes. É a sétima maior cidade do Brasil e com densidade de 191 habitantes por quilômetro quadrado. De acordo com o consórcio de veículos de imprensa G1, O Globo, Extra, UOL, Estado de São Paulo e Folha de São Paulo, Manaus é o sexto município com maior número de mortes confirmadas: 2.188 no total. A capital amazonense também registra 40.366 casos confirmados de contaminação.

Sobre o autor

Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *