Galo Futebol Americano vira no two minute warning contra o João Pessoa Espectros e se torna bicampeão invicto do BFA

Uma festa do futebol americano jogado no Brasil. A tarde deste domingo (16) marcou o bicampeonato do Galo Futebol Americano, no relvado do Almeidão, em João Pessoa, pelo Brasil Bowl IX. O time de Minas Gerais venceu o João Pessoa Espectros pelo placar de 17 a 14, com uma virada no two minute warning. O programa entra no rol ao conquistar o certame nacional de forma invicta.

Saiba como foi a temporada 2018 do BFA

O sinal caller #9 Álvaro Fadini liderou a unidade de ataque no primeiro drive dos mineiros até a redzone, porém, com um tackle for loss contra o halfback americano #7 Parris Lee e um sack do defensive end #90 Marcus Hércules, forçou os visitantes a chutar com complicado field goal de 42yd. O placekicker #6 Luiz Protasio desperdiçou o arremate.

Perto do encerramento do primeiro quarto, o Galo voltou a visitar a redzone adversária. Mais uma vez, a unidade de defesa de João Pessoa segurou o ímpeto de Belo Horizonte, que inaugurou o placar com um field goal de 31yd com Luiz Protasio, no arranque do segundo período.

Por outro lado, o ataque dos Espectros liderados pelo quarterback #4 Rodrigo Dantas sofreu para produzir em campo. As três primeiras campanhas resultaram em punts, o que mostrou o poderio defensivo o roster alvinegro.

Se a defesa do Galo fazia seu trabalho, bastou ao ataque cumprimentar e produzir. Lee venceu o front seven dos Espectros ao penetrar no B gap, vencer dois tackles e percorrer 29yd em uma big play para touchdown. Protasio completou com o PAT.

Os visitantes chegaram pela terceira vez na redzone. Em uma segunda para o gol e na linha de 4yd, Fadini foi interceptado pelo defensive back #7 Oshay Dunmore, que forçou o turnover contra os mineiros.

Dentro do two minute warning, Fadini liderou mais uma campanha dentro da redzone. Entretanto, com poucos segundos do final do primeiro tempo, a defesa dos Espectros segurou a manutenção do placar. 0-10.

Após o halftime break, o linebacker #35 Igor Nery interceptou Fadini. O lance colocou os Espectros pela primeira vez no território de ataque. O drive encerrou com ataque na linha de 18yd. O kicker #3 Diego Aranha descontou com um field goal de 36yd.

Na sequência, o elenco de João Pessoa tratou de deixar a diferença em uma posse de bola curta com um field goal de 43yd anotado por Aranha. O lance contou com uma emoção extra, pois, Dantas, na posição de holder, se desdobrou para posicionar a pelota no gramado e o chute de Aranha entrou no limite ao vencer o vento na direção contrária.

Com o andamento do último período, o running back americano #1 Callus Cox executou uma big play de 32yd para posicionar os Espectros em primeira para o gol na linha de 5yd. No hike seguinte, Dantas conectou o slot receiver #11 Victor Ramalho, em double move para vencer o nickleback #1 Rodolfo Santos e marcar o touchdown. Aranha acertou o extra point.

Dentro do two minute warning, Fadini carregou os mineiros até a linha de 5yd. Depois de um takle for loss de Nery em cima de Lee. O americano deu o troco em uma corrida offtackle de 8yd para touchdown. Protasio acertou o arremate de bonificação.

Com a última posse de bola, os Espectros partiram para o all-in, mas o time sofreu o turnover on downs. Final 13-14.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment