Lixil Deers anota 10 touchdowns na vitória sobre Asaka Bulls

A força do atual quarterback da seleção japonesa, #8 Ryosuke Ishii, 27 anos, somou bastante no ataque. Só ele lançou cinco passes para touchdown. Foto X League/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Pela X1 Area East, dia 3 de outubro no Estádio Fujitsu Kawasaki, aconteceu o massacre do Lixil Deers (リクシルディアーズ) sobre o Asaka Bulls (フットボールクラブ), placar de 74 a 14.

Confira o calendário de jogos da X1 Area

Apenas 1 minuto e 54 segundos após o início da primeira campanha do ataque do Lixil, o quarterback seleção #8 Ryosuke Ishii fez conexão com wide receiver #22 Ryusei Minamikawa com um passe de 43 jardas para abrir o placar.

Pouco tempo depois disso, Ishii lança para mais um touchdown, agora para o wideout #7 Yuki Ogawa. Na sequência da campanha dos Bulls no ataque, a defesa dos Deers força safety, somando mais 2 pontos.

A equipe ofensiva do Lixil, que não tirou o pé em momento nenhum, marcou ainda quatro touchdowns e mais um safety, dominando completamente o jogo e deixando o placar em 46 a 0 no primeiro tempo. Destaque para o touchdown do wide receiver #11 Naoki Maeda, um veterano de 35 anos que recebe passe do Ishii e corre 79 jardas para cruzar a end zone. O backup quarterback #12 Shotaro Ohwada revezou com Ishii o comando do ataque.

No chute de início do terceiro quarto, o time de especialistas da Lixil Deers permite um touchdown de retorno de 90 jardas, mas o ataque fulminante do Lixil anota mais dois touchdowns e deixa o placar ainda mais elástico.

No último quarto a defesa dos Deers permite mais um touchdown, mas no ataque o Ishii lança seu quinto passe para mais seis pontos na conta, novamente para Maeda. No total, foram 10 touchdowns e dois safeties na vitória avassaladora do Lixil.

Os Bulls que jogaram a última temporada no X2, acabaram de subir já sentiram o gap técnico da divisão de acesso à elite.

O quarterback seleção Ishii, deixou sua marca nesse jogo. Foram 18 passes completos para 24 tentativas, 337 jardas e touchdowns. Passers rating (método NFL) foi de 156,25. O QB backup Ohwada também deixou bons números: 6/7 passes, 127 jardas e 2 touchdowns, rating de 158,30. Os dois QBs juntos somaram 464 jardas, sete touchdowns. Foi um bom começo para o recém-chegado coordenador ofensivo, Takashi Kubo, que comandou o ataque air raid como head coach da equipe do Asahi Soft Drink Challengers (アサヒ飲料チャレンジャーズ) até o ano passado.

O Ishii vem da Universidade Kobe Gakuin, não é lá uma univerdade forte no futebol americano da conferência Kansai, mas desde a temporada passada mostrou bons resultados. Na última convocação para seleção japonesa, ao lado do companheiro Tsubasa Takagi do Fujistsu Frontiers (富士通フロンティアーズ) comandou o time de ataque.

No camp da seleção, treinou junto com os estrelas da X1 Super, convocados de times como Fujitsu, Panasonic Impulse (パナソニック インパルス), IBM Big Blue (IBMビッグブルー), isso ajudou a aprimorar suas técnicas. Em apenas dois anos no Lixil Deers, mas já mostrou ser peça principal do ataque.

Apesar dessa temporada não ter acesso e descenso entre Super e Area, os Deers almejam subir para elite da X1, onde é comum ter equipes com signal callers americanos. Só com esse jogo contra os Bulls não é possível ter ideia da força dos Deers ainda, pois o time acaba de subir da X2. A próxima partida dos Deers será contra o Dentsu Caterpillars (電通クラブキャタピラーズ), uma equipe mais sólida e melhor tecnicamente. O ataque dos Deers será testado melhor nesse jogo.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment