Mooca Destroyers não atuará na Rua Javari na temporada 2018 da Liga Nacional

Mooca Destroyers terá de procurar outro campo para mandar os jogos. Foto Joca Duarte

Na tarde desta última quarta-feira (1º), a diretoria do Mooca Destroyers anunciou que não atuará nas instalações do Conde Rodolfo Crespi, conhecido carinhosamente como estádio da Rua Javari, em São Paulo. Os dirigentes de Destroyers e Juventus não chegaram a um acordo para que o relvado recebesse o gridiron na temporada 2018 da Liga Nacional.

Saiba como está a classificação da Liga Nacional

Os gestores do programa de futebol americano publicaram uma nota em sua página oficial no Facebook onde lamentam a decisão do clube de futebol bretão.

“O Mooca Destroyers, por meio de pronunciamento oficial, informa seus torcedores e amantes do futebol americano que, neste ano, o time não atuará em solo mooquense.

A diretoria do Mooca Destroyers anuncia que durante todo o ano de 2018 foram realizados diversos contatos com os responsáveis, diretoria executiva, do Clube Atlético Juventus para que fosse possível reuniões a fim de concretizar a disputa das partidas com mando da nossa equipe no Estádio Conde Rodolfo Crespi – Javari.

Enfatizamos que em todos os jogos realizados por nós no Estádio, cumprimos com nossas obrigações, acertadas em contrato com o Juventus, destinadas à organização e financeiro. Assim, nossa diretoria sempre arcou com as responsabilidades extra e dentro do campo que estavam explícitas na parceria. Além disso, nossa diretoria arcou com custos fora dos acordados, destinados à manutenção do gramado e limpeza das estruturas disponíveis no local.

Salientamos que em nenhum momento o Mooca Destroyers fez uso do local sem arcar com os custos que fazem parte do aluguel do Estádio. E, nosso objetivo neste ano, era manter os mesmos moldes da parceria.

Entretanto, não conseguimos atendimento por parte dos responsáveis, que em nenhuma oportunidade atendeu nossos integrantes na sede do clube para entender nossas propostas e ações que seriam realizadas nas partidas, que sempre tiveram direcionamento de entretenimento completo para jogadores, familiares dos atletas e, claro, admiradores do esporte e os mooquenses, que sempre foram bem tratados em nossos jogos.

Lamentamos a decisão do Clube Atlético Juventus e, ressaltamos, que seguiremos firmes no trabalho de vestirmos as cores do Mooca e representarmos o bairro mais tradicional de São Paulo por onde formos.

Obrigado a todos pelo apoio! Mooca é Mooca, Bello!”

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment