Recife Mariners acerta com QB americano para jogar a Superliga Nacional

Niznak, com a jersey dos Royal Crowns, é o novo reforço do Recife Mariners. Foto Arquivo Pessoal

A temporada do Recife Mariners começa no próximo sábado (9), quando os azuis recebem o rival Recife Pirates, nos Aflitos às 15h. Porém, o Clássico dos Mares e o início da Superliga Nacional não são as únicas novidades da semana. Na próxima sexta-feira (8), véspera da estreia dos pernambucanos na competição, o quarterback americano Alex Niznak finalmente desembarcará no Recife e será a principal contratação dos Mariners para a temporada 2016.

Confira as conferências da Superliga Nacional

Após começar o ano pelo Tyresö Royal Crowns, Niznak ajudou o time a chegar até a semifinal da Supersirien – o campeonato sueco. Por ter bom desempenho no Velho Continente, o atleta foi indicado ao Mariners, especificamente ao técnico Lucas Cisneiros, que foi só elogios ao novo quarterback da equipe.

— Chegamos em Alex através de um técnico que trabalha muito na Europa e conhece bem o cenário. Fomos recebendo algumas indicações e Alex parecia ser uma boa escolha. Após conversarmos com ele ficou claro que ele se encaixaria nesse novo ciclo e jogadores estrangeiros. Ele traz um espírito de liderança e motivação muito forte — comentou.

Apesar de ainda não ter treinado com a equipe, Alex deve estar em campo já no sábado. Isso porque o atleta já teve acesso aos playbooks da equipe e tem um vasto material de vídeos de treinos cedidos pelos Mariners para que pudesse acelerar o seu processo de adaptação ao time.

Além de ser o responsável pelo comando do ataque em campo, Niznak também será importante na formação de atletas dos Mariners. Principalmente, para Rafael Tavares, quarterback da equipe no único amistoso do ano e que é tratado como a grande promessa da equipe.

— Sendo quarterback a carreira toda, achamos que ele possa também ser um mentor nos Mariners, especialmente para Rafael Tavares, que está quase pronto para assumir esse papel. Acredito que Alex terá uma papel muito importante no que ele pode ser — analisou Cisneiros.

Nos Mariners, Alex usará o número 10 e está não será a segunda camisa da sua carreira. Com 23 anos, Alex levou o time do high school Ithaca Yellowjackets ao título estadual com um recorde de 14 vitórias e nenhuma derrota. Após o bom desempenho no ensino médio, o americano foi estudar na Central Michigan University, onde jogou pelo Central Michigan Chippewas (NCAA Division I MAC) e depois se transferiu para Southeast Missouri State, onde atuou pelo Southeast Missouri State Redhawks (NCAA Division I FCS).

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment