October 16, 2021
Simmons quer implantar novo sistema no São Paulo Spartans

Simmons: ‘O São Paulo Spartans tem a chance de surpreender a todos’

Tempo aproximado de leitura:2 minutos, 30 segundos

Simmons quer implantar novo sistema de gestão e treinamentos no São Paulo Spartans. Foto Divulgação

O Futebol Americano Brasil conversou com o americano Tony D. Simmons, que irá treinar o São Paulo Spartans, para saber quais são as expectativas para desenvolver o trabalho junto aos paulistas. Confira abaixo o bate-papo.

Confira a classificação da Freedom Four Cup



Futebol Americano Brasil – Treinador, gostaria de saber as tuas expectativas de trabalho aqui no Brasil. Qual a sua principal meta?

Tony Simmons – Minha principal meta é trazer os Spartans de volta a ser um time respeitável e honrado. É conseguir deixa-los num sistema que que dará a oportunidade de ser um grande time em São Paulo. Dá-los a chance de ser um time de playoffs ou mais.

FABR – Tu tens um longo currículo jogando ou treinado em equipes de futebol Americano. O que levou a trocar de caminho na Europa e vir assinar com uma equipe brasileira?

Simmons – Não mudei o caminho da Europa para o Brasil. Estou compartilhando o amor pelo futebol em todo o mundo. Porque as coisas que aconteceram em 2013 com a LFA, mesmo com a quebra da liga, não tornaram o futebol melhor entre os brasileiros. Os Spartans têm bons jogadores e são jogadores jovens com vontade de aprender. Estou querendo introduzir um sistema para a organização inteira que vai auxiliá-los a se tornar campeões.

FABR – Tu foste draftado para trabalhar no Dínamo SP na extinta Liga de Futebol Americano (LFA) em 2013, entretanto, o campeonato jamais saiu do papel. O que tu acha do esporte praticado no Brasil de lá para cá?

Simmons – O nível brasileiro melhorou um pouco, mas poderia ter sido muito melhor se a LFA tivesse acontecido no futebol americano no Brasil. Ela não aconteceu, então bola para frente, já que as equipes tiveram de aprender a defender sozinhas.

FABR – Nossas melhores equipes ainda estão a alguns passos atrás do segundo escalão europeu, como: Áustria, França ou Polônia. Porém, os Spartans estão ainda mais longe dos nossos melhores times. Tu acreditas que os Spartans podem melhorar até um nível nacional num curto período, mesmo tendo parado de jogar full pads/tackle por mais de um ano?

Simmons – Os Spartans têm a chance de surpreender a todos quando for a sua hora. Agora estamos no processo de reconstrução e fundamento do sistema que desempenhará para este time nos anos seguintes. Este sistema envolverá tudo, desde a gestão até aos atletas. Tudo mesmo, desde como gerenciar a equipe até o recrutamento de futuros jogadores para os Spartans.

FABR – Por quanto tempo durará o teu acerto com os Spartans? Tu ficarás no Brasil por uma temporada inteira ou por apenas alguns meses?

SImmons – Estou aqui por um curto período. Durante este tempo eu posso implementar este sistema e tê-lo pronto para o próximo ano. Tenho a oportunidade de retornar e ajustar o sistema onde for preciso.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Sobre o autor

Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *