November 29, 2021
Yclen Eduardo realiza o one handed catch para o Rondonópolis Hawks. Foto Omar-Tracy Ham Schrock

Timbó Rex anuncia mais três novos reforços para jogar o BFA

Tempo aproximado de leitura:2 minutos, 30 segundos

Yclen Eduardo terá a chance de tentar o one handed catch agora no Timbó Rex. Foto Omar-Tracy Ham Schrock

Na manhã desta última quarta-feira (12), os dirigentes do Timbó Rex confirmaram mais três reforços para o elenco na disputa do Brasil Futebol Americano (BFA), nesta temporada de 2017. Chegam ao atual bicampeão brasileiro o ex-atletas do Rondonópolis Hawks o wide receiver Yeclen Eduardo e o offensive line Otávio Amorim; além do ex-Araxá Red Wolves o running back Paulo Cézar.

Confira a classificação do BFA



O Rex ainda não estreou na competição nacional, porém, apesar da entrada de mais três atletas no roster catarinense, eles não poderão entrar na partida de arranque, agendada para o dia 23 de julho, contra o Paraná HP.

De acordo com informações da comunicação do clube de Santa Catarina, Cézar – também conhecido como “Sabonete” – chega para suprir uma vaga aberta pela saída de Well Garcia para o Sada Cruzeiro. Enquanto que Eduardo tentará a posição deixada por Marcos Spiess, que foi para o Santa Maria Soldiers. Já Amorim pode chegar para ser um backup na rotação da OL do Rex.

O ingresso dos novos atletas não entra necessariamente no depth chart, uma vez que o elenco já conta com o MVP do ataque do certame catarinense: o running back Carlos “Black” Medeiros, além de um corpo de receivers que causa bastante estrago nas secundárias adversárias.

— Estou estudando as minhas opções. Trabalho basicamente com o cumprimento de metas. Sim, sempre há [a possibilidade de algum jogador não entrar], quem não treina com vontade não joga — disse o head coach Amadeo Salvador, quando perguntado sobre se Eduardo e Cézar realmente chegam para suprir as saídas de Garcia e Spiess.

Perguntado pelo Salão Oval sobre suas expectativas no novo time e o que o fez sair do Mato Grosso para viver em Santa Catarina Eduardo tratou a estrutura do Rex como uma das prioridades.

— O que me motivou a mudar de estado para jogar no Rex foi a estrutura que o time tem para preparar seus atletas, bem como o esforço constante da diretoria em ajudar em tudo que for necessário para que seja feita a transição, e, lógico, a oportunidade de crescimento como atleta. Hoje o Rex é o melhor time do País e se você quer ser bom, tem que treinar com os melhores. Minha expectativa é de somar com o elenco e evoluir como atleta para ser um dos principais alvos do quarterback [Luiz Carlos] Bassani — explicou Eduardo.

Devido à primeira janela de inscrições para o BFA já estar encerrada, os atletas só poderão ser inscritos a partir do dia 1º de agosto, quando se inicia a segunda janela, cujo prazo limite vai até o dia 11 de agosto.

A previsão da estreia dos novos reforços pode ser programada na partida contra o Juventude, em Timbó, no final de semana do dia 5 e 6 de agosto.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Sobre o autor

Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *