Wilson é vítima da COVID-19; jogador teve passagem por quatro programas brasileiros

Wilson teve passagens por programas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Foto Gorillas/Divulgação

Na última quinta-feira (2), o americano e ex-jogador de Criciúma Miners, Jaraguá Breakers, Itajaí Dockers e Porto Alegre Gorillas, Bryce Wilson, veio a falecer vítima de complicações do SARS-CoV-2, vírus que causa a COVID-19, em um hospital localizado na cidade de Atlanta, na Georgia. Wilson tinha 31 anos, quando sofreu dois ataques cardíacos, resultado da evolução da doença.

Saiba como foi a temporada 2019 do BFA

Wilson atuou como lineman, mas mais versátil no lado defensivo da bola. Além da passagem pelos programas brasileiros, o jogador atuou pela última vez no Budapest Cowbells, na Hungria, em 2019, onde ajudou a equipe a chegar nas semifinais do certame nacional.

Uma campanha para levantar fundos para arcar com as despesas de funeral foi iniciada por Broderick Daye – tio de Wilson –, com o apoio da mãe de Wilson, a senhora Brenda Daye-Wilson. Até a tarde desta quarta-feira (8), a iniciativa já arrecadou US$ 9.8 mil. A campanha pode ser vista por este link https://www.gofundme.com/f/fundraiser-for-bryce-wilson-funeral-expenses.

A senhora Daye-Wilson usou suas redes sociais para agradecer as mensagens de apoio a família.

Publicado por Brenda Daye-Wilson em Quinta-feira, 2 de abril de 2020

 

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment